Buscar

Priscilla Tejota denuncia falta de medicamentos no Ambulatório de Psiquiatria do município

Através de requerimento, a parlamentar cobrou esclarecimentos e providências da Secretaria Municipal de Saúde


Na sessão ordinária desta terça-feira (12), a vereadora Priscilla Tejota (PSD), presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Goiânia, apresentou um requerimento solicitando à Secretaria Municipal de Saúde esclarecimentos sobre a falta de medicamentos de uso contínuo na Farmácia do Ambulatório Psiquiátrico do município.


A parlamentar informou que a denúncia chegou ao gabinete online por meio de dois pacientes que comunicaram encontrar-se em estado de depressão e, há mais de um mês, a farmácia da unidade não dispõe de medicamentos como Fluoxetina, Sertralina, Lítio e Loredon, essenciais para o tratamento de ansiedade, transtorno bipolar e outras doenças psiquiátricas.


“São remédios imprescindíveis para a estabilidade do quadro clínico dos pacientes e para o controle de sintomas relacionados à depressão, ansiedade, insônia”, afirmou Priscilla ao lembrar que situação se agrava nesse tempo de pandemia, quando se faz necessário que as pessoas permaneçam em casa, distanciadas socialmente por causa da COVID-19 e as doenças mentais aumentaram. “O momento em que estamos vivendo naturalmente gera desconforto e angustia até mesmo para quem não têm esse tipo de doença, imagina para os que sofrem dessas patologias”, disse.


A parlamentar enfatizou a urgência de restabelecer o fornecimento dos medicamentos e cobrou da secretária municipal de saúde, Fátima Mrué, e do prefeito Iris Rezende a regularização da situação. “Se os pacientes não receberem a medicação necessária, poderão ficar ainda mais vulneráveis e os sintomas se agravarem, causando mais sofrimento a eles e aos familiares”, completou. 

small-horizontal-white.png

CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA - Gab. 15                                     Vereadora Priscilla Tejota                                        priscillatejota@camaragyn.gov.br                    (62) 3524-4305