Buscar

Comissão de Saúde e Assistência Social fiscaliza abrigo de crianças em Goiânia


A Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Goiânia visitou nesta segunda-feira (28/10) o Residencial Professor Niso Prego, instituição de acolhimento temporário a crianças em situação de abandono ou afastadas do convívio familiar, localizada no Setor Goiânia 2. A iniciativa surgiu após denúncia recebida pela ouvidoria da Comissão para avaliar a situação atual da unidade que conta com 84 servidores.


A instituição é mantida com recursos do município, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e de doações. Com capacidade para abrigar 60 crianças, acolhe atualmente 32 crianças - incluindo 12 bebês - vítimas de abandono, de violência, meus tratos, encaminhadas pelos Conselhos Tutelares e pelo Juizado da Infância e da Juventude. “Essa casa é muito importante para nossa cidade”, ressaltou a presidente da comissão, vereadora Priscilla Tejota (PSD) após a inspeção e ressaltou que a instituição é a única na capital que abriga crianças de 0 a 12 anos. “Nossa preocupação é com a quantidade de cuidadores, já que a maioria dos servidores possuem contrato temporário pela Semas e os contratos acabam em dezembro deste ano”, observou.


Segundo Priscilla Tejota, a coordenação da unidade informou que ainda não foi iniciado processo seletivo para contratação de funcionários e não há informações se os contratos com os servidores temporários serão renovados. “Aqui estão crianças que precisam muito desses profissionais, que não podem ficar sozinhas em momento algum. São 24 horas de plantão, assim, esses profissionais fazem toda a diferença no acolhimento, havendo a necessidade de enfermeiras, de pedagogos, assistentes sociais e psicólogos”, pontuou.


Para a vereadora, mais do que uma boa infraestrutura, o afeto doado às crianças é essencial para ofertar suporte emocional e físico. "O abrigo precisa de mais apoio do poder público, e nossa comissão defende essa reivindicação. Nós vamos requerer da Semas esclarecimentos com relação aos contratos temporários e o processo seletivo para que trabalho desenvolvido pela entidade, de extrema importância para as crianças, não fique comprometido".


A parlamentar foi acompanhada pelos vereadores da Comissão de Saúde e Assistência Social: Divino Rodrigues (Pros), Paulo Magalhães (PSD) e Gustavo Cruvinel (PV), que conheceram as dependências da instituição e as principais demandas do abrigo.

small-horizontal-white.png

CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA - Gab. 15                                     Vereadora Priscilla Tejota                                        priscillatejota@camaragyn.gov.br                    (62) 3524-4305